"Wendel é um grande talento, tem o estilo do Luka Modric"

César Prates, ex-jogador dos leões, conhece bem o jovem do Fluminense que vai reforçar os leões. Perspetiva-lhe um grande futuro e acha que o médio está preparado para o desafio

Em 2015, com apenas 17 anos, Wendel esteve em Lisboa para fazer testes no Benfica, mas acabou por não convencer. Três anos depois está de volta, agora para o Sporting, que tem já um acordo com o Fluminense para a sua contratação. Com 20 anos, o médio tem suscitado interesse de vários clubes europeus, mas foram os leões que ganharam a corrida. O que afinal tem de tão especial Wendel? César Prates, antigo jogador brasileiro do Sporting, explica ao DN o que faz do jovem um dos atletas mais promissores do Brasil.

"É um grande talento, mesmo. Tem muito o estilo do Luka Modric, do Real Madrid. É um jogador que ganha a bola no meio-campo do Fluminense e consegue construir jogo e levá-la até à área contrária. Tem muita velocidade e isso é ótimo para um jogador com as suas características. É visto no Brasil como uma das próximas promessas, fez um grande início de ano no Fluminense e era cobiçado por meio mundo, pelo que ouvia e lia na imprensa. Não era de estranhar, pois mostrou muito para um menino logo no primeiro ano ao mais alto nível. Tem características excecionais - velocidade, remate, técnica, sabe cruzar e marcar", começou por dizer ao DN o ex-jogador dos leões, considerando também que Wendel não se preocupa apenas com a construção de jogo.

"Ajuda muito no meio-campo defensivo, tem esse pulmão para conseguir num minuto estar no ataque e em outro próximo do setor defensivo. Como se diz, é um verdadeiro box-to-box, que consegue produzir muito no ataque, mas também está pronto, e sabe, defender muito bem", analisou César Prates, que dá mérito ao atual técnico do Fluminense pelo crescimento de Wendel.

"Felizmente o Abel Braga é conhecido por dar oportunidades aos jogadores jovens e foi isso que aconteceu com Wendel e outros. O clube tinha dificuldades financeiras e aproveitaram os jogadores de base. O Wendel foi um dos que mais se destacou. Abel Braga deu--lhe a mão e ele soube crescer. Errou, claro, mas a um dado momento chegou a ser mesmo o patrão da equipa. Com a sua idade, contudo, teve algumas oscilações", referiu.

Com apenas 20 anos, Wendel está pronto para assinar com o Sporting e, de acordo com o defesa que foi duas vezes campeão pelo Sporting (1999/2000 e 2001/02), estará à altura do novo desafio na Europa. "Penso que sim. O Fluminense é um clube grande no Brasil e ele não ficou perturbado. É claro que viajar para outro país é diferente, terá de ter o seu tempo de aprendizagem, mas acredito que já está preparado. Hoje em dia os meninos começam cedo a lidar com a pressão. Muitos jovens brasileiros vão logo para a Europa, o futebol de hoje em dia é muito diferente", concluiu o brasileiro, que agora tem um projeto social de futebol.

FC Porto não entra em "loucuras"

Um dos clubes que também tinha Wendel debaixo de olho era o FC Porto. A ideia passava por o PSG contratar o jogador ao Fluminense e posteriormente emprestá-lo aos azuis e brancos até ao final da época. O negócio não evoluiu e os dragões também não avançaram para a compra. Pinto da Costa, presidente do clube português, não negou ontem o interesse, mas revelou que não podia "entrar em loucuras". "Não quero comentar muito. Ele é livre de ir para onde quiser e nós não entramos em loucuras. Ainda ontem o nosso treinador disse que não havendo lesões e castigos não precisava de mais ninguém", disse o líder azul e branco.

Exclusivos