Novela Sporting-Carrillo tem novo episódio. Desta vez a culpa é de um dente

Jogador foi intimado a apresentar-se na Academia, na segunda-feira, mas não será reintegrado no plantel de Jorge Jesus

O que foi André Carrillo fazer ontem à Academia? A resposta parece simples, mas não é. O peruano continua sob alçada disciplinar e não será integrado no plantel de Jorge Jesus, mas há uma nova polémica que promete extremar posições entre o Sporting e o jogador em final de contrato (e já com acordo até 2021 com o Benfica).

O extremo estava impedido de frequentar as instalações do Sporting, na sequência do processo disciplinar que lhe foi instaurado em outubro de 2015, mas foi intimado pelo clube a apresentar-se no centro de treinos leonino, em Alcochete, no dia 14 (ontem). O que fez. No entanto pode ver acrescentado ao processo uma nova acusação, a de tratamento médico não autorizado, por causa de um dente que arrancou no fim de semana.

Mas vamos ao filme de mais uma polémica. Segundo fonte próxima do processo, no dia 9 o peruano foi informado do fim da proibição de frequentar as instalações do clube e de que devia apresentar-se, na Academia, no dia 14, às 09.00, para uma avaliação médica, antes de lhe ser definido um plano de treino específico.

Sem saber o que fazer, Carrillo foi ao Porto no último sábado aconselhar-se com os advogados, tendo decidido apresentar-se tal como era pedido pela entidade empregadora, ou seja, o Sporting. No entanto o jogador teve uma crise num dente que o levou a um dentista na cidade Invicta. Terá tentado contactar o médico do Sporting (nesse dia jogava com o Estoril), mas não terá conseguido, e "como estava numa situação agonizante", segundo fonte próxima do peruano, decidiu arrancar o dente do siso que lhe estava a causar problemas.

Facto que relatou, ontem, ao secretário técnico dos leões, Vasco Fernandes, quando se apresentou na Academia. Ainda segundo fonte próxima, o atleta foi "obrigado a equipar-se e ficar à espera de alguém desde pouco antes das 09.00 até depois do meio-dia", hora em que foi visto a abandonar as instalações. Sendo novamente intimado às 13.53 a comparecer na Academia às 14.00, para uma consulta com o médico do clube, Frederico Varandas, tempo insuficiente para o jogador voltar à Academia...

No entanto, segundo o Sporting, está previsto que o jogador, que já se comprometeu até 2021 com o Benfica, se apresente hoje de novo no centro de treinos, em Alcochete, para conhecer os resultados da avaliação médica de ontem. No entanto, à hora de fecho desta edição, Carrillo ainda não tinha sido notificado para tal.

Ordenado de cinco mil euros

Carrillo apresentou-se ao serviço no dia em que o DN publicou declarações do advogado do jogador, Nuno Cerejeira Namora, em que este acusou o Sporting de uma "manobra" dilatória que atrasou o fim do processo, previsto para esta semana. "No início do processo, para demonstrar que o Carrillo ganhava uma miséria comparado com o plantel, ou seja, menos de cinco mil euros por mês, pedi que o instrutor do processo disciplinar juntasse cópias dos contratos do plantel do Sporting e ele, no meu entender para não dizer que não, o que podia constituir uma nulidade, mandou cartas para os jogadores a serem recebidas no Estádio de Alvalade. E as cartas vieram todas para trás", disse ao DN.
Agora foi feita nova tentativa e mandaram as cartas para a Academia, para os jogadores darem autorização. E se nada disserem no prazo de uma semana significa que não autorizam. E até lá o processo disciplinar não pode ser concluído.

Certo é que Carrillo não será reintegrado no plantel de Jorge Jesus e continua com o processo disciplinar, segundo fonte do clube, que lhe foi instaurado em outubro, depois de recusar renovar.
O internacional peruano não joga deste 13 de setembro, quando jogou 90 minutos, em Vila do Conde, com o Rio Ave. E parece assim condenado a ficar sem jogar até final da época, altura em que termina a ligação aos leões.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG