Rúben Semedo declara-se inocente: "É tudo por dinheiro"

"É tudo por dinheiro. Se não fosse futebolista nada disto estaria a acontecer", gritou Rúben Semedo, indignado com as acusações, à saída da esquadra.

Após ter sido detido por alegada violação a uma jovem de 17 anos, o internacional português de 27 anos foi presente a tribunal, esta terça-feira, e mostrou-se indignado, reclamando a sua inocência aos jornalistas presentes no local, avança a TVI24.

"Sou inocente, vocês vão ver. Quero que estejam aqui quando eu for absolvido. É tudo por dinheiro. Se não fosse futebolista nada disto estaria a acontecer", gritou Rúben Semedo, acompanhado por agentes da polícia que o transportaram para a esquadra, onde já pernoitou.

A inquirição do defesa central, feita por um Procurador do Ministério Público, acabou por ser adiada para a próxima quinta-feira.

O jogador Rúben Semedo foi detido esta segunda-feira por alegada violação de uma menor.

Atualmente a defender o emblema do Olympiacos, o defesa central é acusado de ter violado uma rapariga de 17 anos. O advogado do jogador português nega que tenha existido crime.

De acordo com a versão da alegada vítima, os dois estiveram juntos num bar em Oropos, tendo depois o jogador português levado a jovem até casa, onde terá ocorrido a violação. A rapariga, apontada por alguma imprensa grega como a namorada de Rúben Semedo, diz que o português a embebedou para a violar, segundo o site Fosononline.

Acompanhada pela mãe, a rapariga denunciou a situação ao Departamento de Polícia de Byron e depois ao Departamento de Proteção de Menores da Direção de Segurança de Ática no domingo à noite.

Foi então emitido um mandato de detenção e as autoridades terão detido o português na sua casa, em Glyfada, nos arredores de Atenas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG