Rúben Amorim diz que ganhar Taça da Liga não salva época mas "é um objetivo"

O treinador do Sporting encara a partida desta quarta-feira com o Farense como uma forma de ver em ação alguns jogadores tendo em conta "o planeamento da próxima época"

Rúben Amorim, treinador do Sporting, disse esta terça-feira que ganhar a Taça da Liga não salva a época, mas assumiu o objetivo de voltar a conquistar o troféu.

O técnico venceu a competição pela primeira vez ao serviço do Sporting de Braga, em 2020, antes de se mudar para Alvalade, onde voltou a somar esse título nas duas épocas seguintes, mas frisou que a responsabilidade de o vencer "é a mesma", porque representar o Sporting "assim o exige".

"Não salva nada. Não queremos ganhar mais a Taça da Liga porque não temos as outras competições. É uma competição em que se ganha um título e nós queremos ganhar. Tenho tido a sorte de ganhar a Taça da Liga, mas gostaria mesmo era de ganhar mais campeonatos", atirou Rúben Amorim, em Alcochete, na antevisão do encontro com o Farense, marcado para esta quarta-feira (20.45 horas), que marca a estreia dos leões nesta prova.

Além de querer "obviamente ganhar" a Taça da Liga, o técnico voltou a destacar a importância de somar "vitórias consecutivas", mas assumiu que vai utilizar a fase de grupos da competição para afinar a equipa para o campeonato, que recomeça no final de dezembro, e até agradeceu que as competições não tenham sido totalmente interrompidas devido ao Mundial 2022.

"Mais do que pensar o que devia ser, o que valorizaria a Taça da Liga, na minha cabeça só penso como nos vamos apresentar melhor no reinício do campeonato. É uma visão mais pessoal, mas vejo com bons olhos estes jogos, mesmo não tendo jogadores importantes, porque há outros que precisam de jogar", comentou o treinador do Sporting.

Entre os que vão jogar, Dário Essugo ganhou a corrida a Sotiris Alexandropulos, porque tem "mais tempo de trabalho" do que o grego, que esteve ausente na seleção do seu país, e porque Amorim quer vê-lo em ação, tendo em conta também "o planeamento da próxima época".

"Vamos aproveitar cada minuto para melhorar, sabendo que o objetivo não é rodar ninguém, não é ver ninguém. O objetivo é ganhar e o Essugo é o jogador que, neste momento, me dá mais garantias para ganhar o jogo", analisou Rúben Amorim.

Por outro lado, Daniel Bragança e Luís Neto, lesionados, não vão a jogo, mas Amorim revelou que o defesa central "tem carta branca" da sua parte "para renovar" contrato com os leões, porque apesar de já ter 34 anos "é um jogador muito importante" para o grupo de trabalho.

Em dúvida está outro defesa central, Jeremiah St. Juste, apesar de ter trabalhado e melhorado "os índices todos" desde que a I Liga foi interrompida, para dar lugar ao Mundial do Qatar e à Taça da Liga. "Pena que St. Juste esteja em dúvida para o jogo. Acabou de levar uma pancada no joelho e a forma como ele saiu, não sei como é que vai ser. Será reavaliado", revelou o treinador.

O Sporting recebe o Farense, equipa da II Liga, na quarta-feira, em partida da primeira jornada do Grupo B da Taça da Liga de futebol, com início marcado para as 20:45, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, e arbitragem de Nuno Almeida (AF Algarve).

A equipa orientada por Rúben Amorim defende o título conquistado nas últimas duas temporadas, numa época em que, na I Liga, segue a 12 pontos do líder Benfica, ao cabo de 13 jornadas, já se encontra eliminada da Taça de Portugal e, nas competições europeias, foi 'relegada' da Liga dos Campeões para a Liga Europa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG