Sp. Braga castigado pela UEFA por comportamento racista dos adeptos

O clube bracarense vai receber o Hoffenheim, na Liga Europa, com parte do estádio encerrado, devido a castigo da UEFA, que considerou que os adeptos minhotos tiveram um comportamento racista no último encontro da competição

O Comité Disciplinar do organismo que rege o futebol europeu revelou hoje que o Sporting de Braga terá que fechar uma das bancadas do seu estádio, com uma capacidade mínima de 1.000 lugares, e que esse espaço será ocupado com uma tarja sobre o EqualGame, o programa criado pela UEFA para promover a diversidade.

O organismo considerou que alguns adeptos do clube minhoto tiveram um comportamento racista no jogo com o Ludogorets, da terceira jornada do Grupo C da Liga Europa e que terminou com uma vitória dos búlgaros por 2-0.

O próximo encontro em casa do Sporting de Braga nas competições europeias vai ser contra o Hoffenheim, a 23 de novembro, na quinta jornada do agrupamento da Liga Europa.

A UEFA confirmou ainda a suspensão por um jogo do técnico Abel Ferreira, que foi expulso perante o Ludogorets e falha na quinta-feira a deslocação dos minhotos à Bulgária.

O clube português foi ainda multado em 15 mil euros, por ter atrasado o início do jogo.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Líderes

A União Europeia e a crise dos três M. May, Macron e Merkel

Já lhe chamam a crise dos três M. May, Macron e Merkel, líderes das três grandes potências da UE, estão em apuros. E dos grandes. Numa altura em que, a poucos meses das eleições para o Parlamento Europeu, florescem populismos e nacionalismos de toda a espécie, pela Europa e não só, a primeira-ministra do Reino Unido, o presidente de França e a chanceler da Alemanha enfrentam crises internas que enfraquecem a sua liderança e, por arrastamento, o processo de integração da UE.