Mochilas na Praça do Comércio só com tamanho de folha A3

PSP vai fazer revistas nas nove entradas do recinto onde não vai ser possível entrar com copos ou garrafas e aconselha a que as deslocações sejam feitas em transportes públicos.

No último dia do ano a Praça do Comércio vai ser fechada como se de um recinto de festival se trate. A partir das 19.00 a PSP vai criar nove entradas para a praça onde se comemorará a passagem de ano e só terão acesso ao local as pessoas que passem pelas revistas da polícia.

A polícia divulgou na manhã desta sexta-feira as medidas de segurança previstas para o dia 31 e os conselhos que pretende ver seguidos por quem quiser ir assistir aos concertos que terão lugar na praça: Daniel Pereira Cristo com Tatanka, João Só e Ana Bacalhau a partir das 22.00 e depois das 00.15, Richie Campbell, Dengaz, Mishlawi, Plutónio e DJ Dadda. Além do espetáculo pirotécnico à meia-noite.

A PSP anunciou que só vai deixar entrar na praça mochilas/bolsas com tamanho igual ou menor que uma folha de A3. Também não vai ser possível levar garrafas ou copos de vidro para dentro do recinto tal como chapéus de chuva com hastes compridas. Os restaurantes que estão na praça também não vão poder vender bebidas alcoólicas em copos de vidro, quem quiser beber pode comprar por um euro um copo reciclável e usá-lo durante a noite.

No dia 31 haverá um corte total de trânsito a partir das 17.00 na Av. 24 de Julho c/ Av. D. Carlos I; Largo Vitorino Damásio e Calçada Marquês de Abrantes; Praça Duque de Terceira/ Cais do Sodré (trânsito é desviado para a Rua do Alecrim ou inverte); Rua do Arsenal; Av. Infante D. Henrique (Viaduto da Av. Mouzinho de Albuquerque - corte TOTAL, exceto Transportes Públicos); Av. Infante D. Henrique c/ Estação Sul e Sueste; Av. Infante D. Henrique c/ Santa Apolónia (exceto os Transportes Públicos); Rua da Alfândega c/ Praça do Comércio; Rua Vitor Cordom c/ Calçada do Ferregial; Restauradores Sul; Rua do Ouro (encerrada); Praça da Figueira - Encerrado o acesso à Rua dos Fanqueiros e Rua dos Douradores.

Perante este cenário a polícia aconselha quem quiser ir para a Praça do Comércio a utilizar os transportes públicos. Num comunicado divulgado ao final da manhã são deixados alguns conselhos: não ostentar bens pessoais de valor, especialmente telemóvel, carteira e relógio; evite transportar para o interior do perímetro carrinhos de bebé ou cadeiras para suprir a mobilidade reduzida pois o seu uso, no meio de milhares de pessoas, condicionará a sua utilização e poderá colocar em risco as pessoas na Praça bem como os seus utentes. Caso seja imperioso levarem, pela razão da idade dos bebés e/ou mobilidade do utilizador, a PSP aconselha a evitarem a concentração na zona mais próxima ao Cais das Colunas.

A PSP deixa ainda o alerta para o facto de ter prevista a realização de diversas Operações de Fiscalização Rodoviária, visando precisamente dissuadir os comportamentos de risco associados ao consumo de bebidas alcoólica versus condução.

Ler mais

Exclusivos