Suzanne Vega, intermediária de génio

Crítica o novo álbum "Lover, Beloved: Songs From An Evening with Carson McCullers"

Vale a pena perceber, a partir deste nono disco de originais de Suzanne Vega, o que significa "persistência". Há quase 30 anos, quando visitou Portugal, a cantora contou-me, em entrevista, do seu fascínio pela escritora Carson McCullers (1917-1967) e da ideia de vir a criar algo em torno da vida e da obra da autora da Georgia, doente, insubmissa, polémica, excessiva.

O que ficou por contar serviria apenas para sublinhar essa fixação: durante a frequência universitária, Suzanne já escrevera um texto teatral que colocava McCullers no centro das atenções. Em 2011, Vega tomou conta do palco: a peça foi finalmente estreada e incluía já uma série de canções, escritas em parceria com Duncan Sheik. Mais cinco anos e é isto: um álbum que depressa redime o seu único pecado original, uma duração que pouco ultrapassa a meia hora.

Essa escassez torna ainda mais aliciante a viagem dos diferentes temas, pelas circunstâncias, pelos apetites, pelas demandas de McCullers sem, por um momento, perderem de vista a sua componente mais combativa e mais desfasada da sua época de uma escritora que cedo conheceu o êxito (como Vega...) e, sem que isso refletisse qualquer espécie de quebra de qualidade, cedo avaliou uma quebra de popularidade (como Vega, ainda), embora mantivesse um núcleo de fiéis resistentes à sua volta (sempre como Vega).

Agora, creio, Suzanne vai reforçar ainda esse estatuto de objeto de culto, porque se supera e porque nos surpreende. No colar de pérolas que aqui se junta, cabem os blues (Carson"s Blues), banhados a acordeão e trombone, os midtempos jazzísticos (New York Is My Destination), salpicados a clarinete, as piscadelas de olho à folk (We Of Me), decorados com banjo, o rock à americana (12 Mortal Men), pintalgado com guitarras distorcidas. Acima de tudo, cabem as três chaves de génio do álbum: Annemarie, Lover, Beloved e The Ballad Of Miss Amelia, que vão desde a vida real da escritora às suas personagens.

Diga-se, sem receio, que, sendo difícil funcionar como intermediário de talentos, Vega chega à obra-prima. E o coração passa a ser um caçador menos solitário.

"Lover, Beloved: Songs From An Evening with Carson McCullers"

Suzanne Vega

Cooking Vynil

PVP: 13,99 euros

***** excecional

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG