Hetfield internado. Metallica adia concertos na Austrália e Nova Zelândia

Há muito que o vocalista da maior banda de heavy metal do mundo tem um problema recorrente de alcoolismo

Os oitos concertos que os Metallica tinham marcados até ao fim do ano - seis na Austrália e dois na Nova Zelândia - foram todos adiados por causa da indisponibilidade do líder da banda.

James Hetfiled teve uma recaída no seu problema de alcoolismo e voltou a ser obrigado a entrar numa clínica de reabilitação.

Um comunicado da banda recorda que Hetfield "há muito que luta contra este vício", tendo agora recomeçado um programa de recuperação.

Os Metallica asseguram, no entanto, que querem visitar os dois países cujos concertos foram agora adiados.

Os bilhetes já comprados estão a ser reembolsados. Em 2020, a tournée World Wire recomeçará em março nos EUA. Em abril, a banda tem planeados concertos no Chile, Argentina e Brasil - e nenhum desses foi cancelado. Em maio deste ano a banca tocou em Lisboa (Estádio do Restelo).

"Estamos arrasados ​​por termos incomodado muitos de vocês, especialmente os nossos fãs mais leais, que costumam percorrer grandes distâncias para assistir aos nossos espectáculos. Agradecemos a vossa compreensão e apoio a James e, como sempre, agradecemos por fazer parte da nossa família Metallica", lê-se no comunicado.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG