"Isto não é arte de comandar"

Tenente-general Frutuoso Pires Mateus (na reforma)

O tenente-general Frutuoso Pires Mateus estranha haver cinco unidades a fazer segurança aos paióis de Tancos e em sistema de rotação.

Foi responsável pelo projeto e construção dos paióis de Tancos. Que estrutura é essa?

Foi feita no final dos anos 1980 com todas as regras, toda a segurança e um miniquartel lá dentro. Tem uma caserna e uma área de alimentação para 30 militares em permanência, a cargo de uma unidade especialmente criada para o efeito, tipo Polícia Militar, responsável pela segurança total. Para lá entrar não era fácil e cada paiol tinha um portão com uma chave própria e código de entrada. Espanta-me que se faça segurança de uma área tão específica com cinco unidades diferentes.

Comandou a Escola Prática de Engenharia nos anos 1980. Como explica isso?

Não sei por que razão alteraram as missões. As da segurança foram alteradas de tal maneira que são cinco unidades e em sistema de rotação. Não percebo porquê. Uma área de alta segurança e os responsáveis fazem rotações? Tem de ser sempre a mesma unidade! Isto que aconteceu não podia acontecer. A responsabilidade foi diluída...

Isso é uma responsabilidade militar...

Quando se põem unidades em rotação, algo está errado e isto não é arte de comandar. Quem altera as missões desta maneira não pode ser comandante... Podem alterar-se se de cima derem ordens para isso e é para cumprir até ao fim. A missão era garantir a segurança dos paióis e foi alterada de forma que não considero normal. O general Firmino Miguel decidiu que o paiol seria uma unidade independente das unidades em redor e com instalações próprias... aquilo é como um campo de minas, com duas áreas de vedação e o caminho de ronda. E há o acesso a cada paiol para permitir a ronda a cada um... foi tudo feito para isto não acontecer.

A falta de pessoal é uma das razões apontadas para isso...

Quando o Conselho de Chefes estabelece os efetivos tem uma palavra a dizer. Se agora vêm queixar-se de que não têm... aí é que têm de dizer o que precisam e um polígono não pode ter uma secção para fazer segurança.

Relacionadas

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Portugal
Pub
Pub