Pinto da Costa garante que podia ter apresentado 40 milhões de lucro

Presidente do FC Porto defende que "vender bem não é só ganhar dinheiro"

Pinto da Costa esteve em destaque no programa "Fuera de Jogo", da ESPN, na qual foi destacada a habilidade do FC Porto para o mercado de transferências, nomeadamente a venda de jogadores.

A SAD portista apresentou o maior prejuízo da sua história no último verão, com um resultado negativo de 58,4 milhões, mas o presidente do FC Porto diz que tudo poderia ter sido diferente.

"Havia dois caminhos. Era fácil apresentar resultados positivos: no último dia [de mercado], por exemplo, ofereceram-nos 30 milhões de euros por Herrera, 40 milhões por Danilo e quiseram pagar a cláusula de rescisão do André Silva que era de 25 milhões. Aí tínhamos feito 95 milhões e em vez de apresentarmos um resultado negativo íamos apresentar um resultado positivo de 40 e tal milhões. Mas a nossa opção foi aguentar porque tivemos prejuízo, mas os ativos continuaram cá, o André Silva renovou contrato.... Não é só pelo dinheiro, é pelo prestígio porque o FC Porto, a par do Manchester United, é quem tem mais presenças na Champions e tínhamos a Roma para tentar eliminar logo a seguir. Se perdessemos esses três jogadores em cima da pré-eliminatória, as nossas possibilidades de eliminar o adversário iam diminuir muito. Foi uma opção e conseguimos o objetivo de ir para a Champions e esse prejuízo já está menor", afirmou.

O presidente do FC Porto falou, ainda, da política dos dragões no mercado. "Primeiro é preciso aprovar o caráter dos jogadores porque se assim não for, por mais talento que tenham, não nos interessam. Há que depois comprar bem e comprar bem é comprar dentro das nossas possibilidades. Se aparecer um Real Madrid, um Bayern ou um Chelsea na corrida não temos capacidade de competir. Temos de detetar esses talentos antes que os descubram. Depois de os comprar há que vendê-los quando chegar a altura e vender bem não é ganhando dinheiro, mas sim ganhando dinheiro e que os clubes que os comprem, se quiserem, os possam vendê-los melhor", justificou.

Relacionadas

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Desporto
Pub
Pub