Zagreb: uma crónica de José Luís Peixoto

Por baixo de Zagreb está uma cidade que só eu consigo ver. Os edifícios, a paisagem, as pessoas e os objetos estão no mesmo lugar, quase sobrepostos, mas apresentam ligeiras diferenças nos contornos, no tom de algumas cores. Às vezes, é difícil explicar com exatidão os contrastes entre Zagreb e a cidade que só eu consigo ver. Não é uma cidade exata, mas existe, apresenta um certo nível de tangibilidade que, para mim, tem muita importância. Por baixo de Zagreb está a cidade que conheci quando vim aqui pela primeira vez, há quase vinte anos, e que fui ampliando em […]

Para saber mais clique aqui: www.voltaaomundo.pt

Exclusivos