Receita. Tarte de requeijão com caramelo de stout

Leonor Godinho partilha com os leitores do DN a sua receita, de execução simples, de uma tarte de requeijão com caramelo Stout. Para ser acompanhada com cerveja, claro.

Leonor Godinho é autodidata. Tudo começou com um blogue de receitas que criou em 2011, tinha Leonor, na altura, 20 anos. Em 2014 inscreveu-se no MasterChef Portugal e ficou em terceiro lugar na competição. Deste então não abandonou mais a cozinha.

Estagiou no restaurante Feitoria, em Lisboa, e acabou por ficar na cozinha do hotel Altis Belém, da responsabilidade do chef João Rodrigues por mais quatro anos. Atualmente, está à frente da cozinha do restaurante Musa da Bica, em Lisboa - Por causa da pandemia a A Musa da Bica está encerrada mas serve as suas refeições em regime de take-away.

Para os leitores do Diário de Notícias partilha a sua receita de tarte de requeijão com caramelo de stout:

Ingredientes para o cheesecake:

500g de queijo Philadelphia
250g de requeijão
250g açúcar
50g Maizena
6 ovos
3 gemas
50g limão (raspas)
400g bolachas digestivas
200g manteiga

Preparação:

Bater os ovos com o açúcar e quando estiver volumoso adicionar o Philadelphia, requeijão, Maizena e raspa de limão. Bater tudo até estar homogéneo.

Para a base, triturar as bolachas. Derreter manteiga no forno ou numa frigideira (se quiser um sabor mais forte, fazer na frigideira até a manteiga ganhar um tom acastanhado).

Envolver as bolachas e a manteiga. Numa forma circular e de fundo amovível, colocar a bolacha e prensar bem. Com a ajuda da parte de trás de uma colher, alisar bem para ficar uniformemente espalhada.

Despejar o aparelho em cima da base de bolacha e levar ao forno pré aquecido a 170º a cozinhar durante 40 minutos. Retirar e deixar arrefecer antes de desenformar.

Ingredientes para o caramelo de stout:

500g de açúcar
400g de natas
400g de stout (pode usar qualquer cerveja preta)

Preparação:
Derreter o açúcar até estar em ponto de caramelo. Adicionar as natas e o stout. Deixar reduzir até engrossar. Esfriar e deitar por cima da tarte já arrefecida.

A acompanhar

Para acompanhar, a chef Leonor Godinho sugere uma cerveja stout (corpo médio e aveludado. espuma marfim cremosa aroma a maltes torrados, caramelos de Badajoz. amargor baixo. notas de café, aveia, chocolate e outono) ou uma Baltic Porter (Lager de sabor complexo e ligeiramente adocicado. Intenso aroma e sabor a malte, toffee, frutos secos e chocolate preto).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG