Que nunca lhe falte uma bem afiada. Máquinas para amolar como um profissional

Facas, tesouras, até chaves de fendas... estes aparelhos são capazes de dar nova vida a alguns utensílios que, provavelmente, pensava que teria de substituir.

Seja para os jantares das festas que se aproximam ou simplesmente nas tarefas domésticas habituais do dia a dia, há poucas coisas mais frustrantes do que tentar cortar algo com uma faca cega.

Racionalmente, parece coisa comezinha, mas no momento gera-se em (pelo menos na maioria de) nós uma reação emocional que talvez tenha origem nas áreas mais primitivas do cérebro e nos tempos em que ainda andávamos a lascar rochas de sílex. Esperemos que um dia os neurologistas saibam explicar.

Seja como for, porque não queremos que nunca tenha a ferramenta desadequada para a tarefa em causa, reunimos os melhores amoladores domésticos que encontrámos, tanto elétricos como manuais, que prometem transformar aqueles utensílios já inúteis, que tem esquecidos dentro de gavetas, em peças virtualmente novas.

Este primeiro até será capaz de lhes dar uma nova função...

Um "conversor de talheres"

Na base de qualquer boa máquina de afiar facas ou equivalente está o diamante. Afinal, o objetivo é "lixar" o aço até este ficar com uma espessura mínima e para isso é preciso a substância mais dura que se encontra naturalmente na Terra.

Depois, é tudo uma questão de ângulos. O que faziam manualmente e com arte os amoladores de rua, cujo assobio, dizia-se, previa mau tempo, conseguem estas máquinas sozinhas através de molas e roldanas. O utilizador limita-se a introduzir a lâmina verticalmente -- conduzido pela calha que não lhe deixa grande margem de erro -- e o mecanismo automaticamente "desenha" o arco quase microscópico da lâmina, polindo-o.

A máquina elétrica Chef'sChoice 15 Trizor XV (sim, é quinze duas vezes por qualquer razão...) cria mesmo uma lâmina facetada em três partes que alega ser mais eficaz.

Mas o que a destaca dos outros produtos é ser capaz de transformar facas de cozinha tradicionais em facas boas para cortar. Isto em cerca de um minuto.

Também afia facas de serrilha (como seria de esperar) e quaisquer outras. Os 180 euros pedidos no Amazon.es fazem deste modelo o mais caro de toda a seleção deste artigo, mas é sem dúvida o mais potente.

Há tesouras e chaves de fendas por aí?

A versatilidade de ter uma afiadora com entradas específicas para tesouras de cozinha e chaves de fenda é uma mais-valia que, por outro lado, pode pesar na altura da escolha.

E se tivermos em conta que a Amazon.es vende o amolador Goreuk (pesquise com o ASIN B08L1LNNG4) por 40 euros... a poupança relativamente à Chef'sChoice é enorme. É menos de um quarto do preço da outra!

Trata-se de uma máquina feita na China e, segundo o feedback dos compradores, corre o risco de as instruções virem em chinês. O mecanismo é todo revestido a cobre e o sistema de amolar é de diamante. Faz é apenas um gume de dois ângulos e não três, mas os mesmos compradores garantem que o aparelho funciona bem.

Solução manual ultra profissional

Para o engenheiro que possa haver dentro de si, aqui deixamos a Work Sharp Precision Adjust, uma máquina manual que lhe permite ajustar o ângulo de amolar entre 15º e 30º em incrementos de 1 grau. Maior precisão é difícil.

A pedra de amolar, de diamante, claro, tem depois dois níveis de dureza diferente, para conseguir o acabamento desejado. Por 72 euros, na Amazon.es, é uma pequena ferramenta de precisão para grandes chefs e quem faz dos utensílios de corte uma verdadeira arte.

E para as facas de cerâmica?

Nem todas as facas são de aço. As facas de cerâmica são ultra-afiadas (quando novas) e muito duráveis, sem dúvida. Mas por vezes o gume, com o uso, acaba por ficar com a lâmina ligeiramente dentada.

Mas há solução (além de deitá-la fora, claro...). O afiador elétrico Kyocera DS-38, preparado para facas deste tipo.

É compacto, funciona a pilhas, e ainda tem um pequeno depósito para guardar o pó que a moagem da operação inevitavelmente liberta. É colocar a faca no aparelho, ligar e deixá-lo trabalhar. Et voilá!

Resta-lhe fazer as contas ao que lhe compensa mais: os 66 euros do amolador (Amazon.es) ou simplesmente ir comprar facas novas.

E, já agora, não se esqueça de contabilizar o preço da sua mão-de-obra...

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG