Universidade da Beira Interior recebe denúncia de praxe violenta

Faculdade abriu um processo interno e fez queixa ao Ministério Público

A Universidade da Beira Interior (UBI), na Covilhã, recebeu uma notificação de alunos a expor uma agressão no âmbito da praxe académica, este fim de semana.

A faculdade confirmou ao DN que abriu um processo interno e apresentou a ocorrência ao Ministério Público.

A queixa veio de um estudante do curso de Ciências Biomédicas, que terá ido com o grupo da praxe para a Serra da Estrela durante a noite, onde terá sido obrigado a despir-se e depois agredido com pás, segundo a TVI.

No ano letivo passado, foram apresentadas 18 queixas por praxe abusivas à Direção-Geral do Ensino Superior - mais oito do que em 2016.

Na semana passada, o Bloco de Esquerda denunciou o caso de um estudante que terá sido obrigado a ajoelhar-se nas suas mãos e a colocar a cabeça em farinha na Universidade de Évora.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG