Chuva artificial? Não, ainda não foi desta

Falhou a primeira experiência na Coreia do Sul para gerar chuva artificial e reduzir a concentração no ar de partículas poluentes, que são provenientes da China. Governo sul-coreano diz que os testes vão continuar

Realizada pela agência meteorológica da Coreia do Sul e pelo do Ministério do Meio Ambiente na sexta-feira, a experiência utilizou um avião para espalhar sobre o mar Amarelo iodeto de prata no ar, um composto químico que ajuda a concentrar vapor de água nas nuvens. Mas o resultado não exatamente o esperado. De chuva, nem pinga.

Os cientistas coreanos registaram um aumento das partículas de precipitação, mas a sua quantidade não chegou a ser suficiente para gerar chuva, segundo um comunicado do Ministério do Meio Ambiente sul-coreano.

A agência indicou, no entanto, que este primeiro teste - cujos dados serão anunciados com detalhe no final de fevereiro -, permite acumular experiência que será importantes para as futuras experiências.

As autoridades planeiam realizar outros 14 testes idênticos ainda este ano para ajudar a reduzir a densidade do material particulado fino que afeta cada vez mais a Coreia do Sul.

O "pó fino" tem origem nos desertos do norte da China e da Mongólia e mistura-se com a poluição produzida pela atividade industrial, explicam as autoridades sul-coreanas.

A presença desta poeira na Coreia do Sul aumentou enormemente nos últimos anos e estudos locais sugerem que metade da poluição que contém é oriunda de fábricas e de centrais térmicas chinesas.

Em 14 de janeiro, Seul e a sua região vizinha, onde vive metade dos 50 milhões de habitantes do país, registaram um nível recorde quando o índice de partículas finas PM 2,5 atingiu 188 microgramas por metro cúbico, o que é mais de sete vezes o nível de 25 microgramas recomendados pela Organização Mundial da Saúde.

Exclusivos

Premium

João Lopes

A última tentação cinéfila

O ator Willem Dafoe é um dos homenageados do Lisbon & Sintra Film Festival: entre os seus títulos mais emblemáticos inclui-se A Última Tentação de Cristo, de Martin Scorsese, filme gerado num contexto de produção de Hollywood que já não existe.O ator Willem Dafoe é um dos homenageados do Lisbon & Sintra Film Festival: entre os seus títulos mais emblemáticos inclui-se A Última Tentação de Cristo, de Martin Scorsese, filme gerado num contexto de produção de Hollywood que já não existe.

Premium

Número dispara em quatro meses

Há 3685 desfibrilhadores em Portugal

Em quatro meses, o Instituto Nacional de Emergência Médica colocou mais de mil desfibrilhadores em espaços públicos. Mas faltam ainda muitos passos para cumprir à risca a legislação criada em 2012. No concelho de Ansião (Leiria), um enfermeiro apresentou uma proposta ao orçamento participativo e a câmara vai instalar 18 aparelhos nos espaços públicos. Foi lá que há dois anos um dispositivo desses salvou a vida a um bombeiro.