O mundo está pessimista: há mais stress, mais raiva e mais preocupação

Chade está no topo dos países mais negativos e o Paraguai aparece como o mais positivo, segundo uma sondagem da Gallup

Os habitantes do planeta estão pessimistas: as pessoas estão a ficar mais zangadas, stressadas e preocupadas. A sondagem anual da Gallup Global Emotions Report, questionou 151 mil pessoas em 140 países e concluiu que, pelo menos, uma em cinco pessoas viveu momentos de raiva e tristeza.

No meio de tanta má energia, o Chade aparece no topo dos cinco países mais negativistas, logo seguido pelo Níger, Serra Leoa, Iraque e Irão. No outro extremo, o Paraguai surge como o país mais positivo. A seguir vêm outros quatro países da América Latina: Panamá, Guatemala, México e El Salvador. O que é explicado por uma questão cultural - os latino-americanos focam-se em coisas positivas da vida.

Segundo o Gallup, mais de sete em cada 10 inquiridos do Chade disseram que lutaram para comprar alimentos nalgum momento do ano passado e 61% responderam ter passado por dores físicas - fatores que podem justificar a negatividade do país africano. Além disso, as condições sociais e os cuidados de saúde são muito deficientes num país fortemente afetado por conflitos internos.

Ao nível do stress, o pódio é contudo ocupado pela Grécia e pelos Estados Unidos: 59% dos gregos responderam que experienciaram stresse no dia anterior, enquanto essa percentagem desceu para 55% quando a pergunta foi dirigida aos americanos.

O inquérito focou-se nas experiências dos inquiridos vividas no dia imediatamente anterior, com objetivo de obter uma visão das suas experiências e comportamentos diários. "Sorriu ou riu muito ontem?", "Foi tratado com respeito?" foram algumas das questões colocadas.

E, apesar de cerca de 71% das pessoas responderam que viveram momentos consideravelmente prazerosos no dia anterior, a sondagem revela que os níveis de stress estavam em alta, bem como os níveis de preocupação e tristeza: 39% afirmou que se sentia preocupado e 35% responderam que estavam stressados.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG