Médico português nomeado conselheiro do Papa Francisco

Rui Nunes é presidente da Associação Portuguesa de Bioética. Foi nomeado para a Academia Pontifícia para a Vida.

Rui Nunes, presidente da Associação Portuguesa de Bioética, foi nomeado membro da Academia Pontifícia para a Vida, que aconselha o Papa Francisco sobre os valores da vida e do respeito pela dignidade humana, face aos desafios da ciência e da tecnologia.

Rui Nunes aceitou a nomeação "com espírito de missão e com um profundo sentido de responsabilidade, dado que os desafios com que as ciências biomédicas se confrontam atualmente à escala global implicam uma reflexão ética sem precedentes", frisou o médico em comunicado.

Rui Nunes, de 58 anos é o atual presidente da Associação Portuguesa de Bioética, professor catedrático da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e coordenador do Departamento de Investigação da Cátedra de Bioética da UNESCO.

A Academia Pontifícia para a Vida, ou Pontificia Accademia Pro Vita, foi criada em 1994 com a missão de estudar os principais problemas e desafios das ciências biomédicas relacionados com a promoção e defesa da vida do ponto de vista da moral cristã e das diretrizes da Igreja Católica. A Academia é composta por setenta membros, todos nomeados pelo Papa e representantes dos mais diversos ramos das ciências biomédicas.

Don Vicenzo Paglia, arcebispo italiano, é o atual Presidente da Pontifícia Academia para a Vida.

Exclusivos