Japão realiza primeiro leilão de carne de baleia após retomar caça comercial

A cidade de Taiji, no oeste do Japão, foi esta quinta-feira palco do primeiro leilão de carne de baleia desde que o país retomou, na segunda-feira, ao fim de mais de 30 anos, a pesca da baleia para fins comerciais.

A carne leiloada esta quinta-feira - cerca de 66 quilos - pertence a uma das duas baleias capturadas por uma frota de pesqueiros que ao início da semana saíram de Kushiro, na ilha de Hokkaido, para a primeira caça à baleia em mais de três décadas.

Apesar de uma chuva de críticas, o Governo nipónico retomou na segunda-feira a pesca de baleias para fins comerciais, seis meses depois de ter anunciado a sua retirada da Comissão Baleeira Internacional (CBI).

Taiji, que afirma ser o lugar onde teve origem a caça à baleia no Japão, está no centro das críticas de ativistas ambientais devido aos seus métodos de caça, retratados no documentário "The Cove", vencedor de um Óscar nessa categoria em 2009.

Além da frota de Kushiro, três outras embarcações partiram do porto de Shimonoseki, na costa leste, para iniciar uma campanha baleeira de seis meses.

O Japão tornou-se membro da CBI a 21 de abril de 1951 e tinha respeitado até agora a moratória à caça comercial acordada em 1982, embora organizações de defesa os animais afirmem que o país praticou clandestinamente a caça comercial ao abrigo de programas científicos.

O Departamento de Pescas japonês estabeleceu para este ano uma quota de captura de 227 baleias.

Exclusivos