Golfinho em estado de decomposição durante três dias na praia da Vigia

Animal foi encontrado no domingo por um grupo de caminhadas e removido do local esta quarta-feira de manhã

Um responsável do grupo Andamento - Caminhada Aventura encontrou o cadáver de um golfinho durante um passeio na praia da Vigia, em Sintra. Daniel André partilhou uma imagem na rede social Facebook a dar conta do corpo do animal em estado de decomposição.

O organizador afirmou que "o mau cheiro é sentido a uns dez metros do local onde se encontrava o golfinho", e que, apesar de a zona ser de "acesso complicado", estavam outras pessoas na praia, para além do grupo.

Daniel André optou por não contactar as autoridades, uma vez que depositou a confiança num membro da Capitania do Porto de Cascais que, apesar de não estar fardado, ia tentar resolver o assunto. Porém, segundo o jornal i, esta entidade não possuía quaisquer informações.

Na última terça-feira o animal permanecia no local. Fonte da Câmara Municipal de Sintra contou ao DN que no dia seguinte seria feita uma avaliação para confirmar se, dependendo das dimensões do golfinho, este poderia ser retirado por terra, apesar de o local ser de difícil acesso, ou se seria afastado para junto do mar, a partir de onde depois poderia ser recolhido.

O gabinete de comunicação da Câmara Municipal de Sintra confirmou ao DN que a operação de remoção do golfinho decorreu esta quarta-feira de manhã, entre as 9:00 e as 10:30. Para o efeito, o cadáver foi arrastado pelo areal e carregado para uma carrinha que o encaminhou para a Tratolixo, o centro de tratamento de resíduos em Trajouce, próximo de São Domingos de Rana, no concelho de Cascais.

Esta operação decorreu em conjunto com a Capitania do Porto de Cascais.

Ler mais

Exclusivos