Gata que congelou durante a vaga de frio é descongelada e sobrevive

Uma clínica em Kalispell, no estado de Montana, conseguiu descongelar Fluffy que ficou enterrada num monte de gelo.

Na semana passada, os Estados Unidos atingiram temperaturas mínimas históricas. Vários estados registaram 30 graus negativos e no Minnesota e em Wisconsin os termómetros chegaram a marcar respetivamente -53ºC e -51ºC. Morreram pelo menos 21 pessoas e várias dezenas de cidadãos deram entrada no hospital com dedos congelados.

Já a gata ​​​​​​​Fluffy (fofinha em português) teve um pouco mais sorte. O animal ficou enterrado na neve perto de sua casa em Kalispell, no estado de Montana, a 31 de janeiro, conta a CNN. Mas depois de ter sido tratada, sobreviveu e até surpreendeu os veterinários.

"Usámos alguns métodos diferentes para aquecer a tempertaura do corpo [de Fluffy]: água quente, secadores, toalhas aquecidas", explicou Andrea Dutter, diretora executiva da clínica veterinária local.

O animal foi então levado para a sala de emergência durante uma noite e passadas várias horas acabou por dar sinal de vida.

"Uma história incrível de sobrevivência. Alguns dos nossos clientes encontraram os animais enterrados na neve. A gata chegou-nos cá congelada e inconsciente. A temperatura estava tão baixa, mas depois conseguiu recuperar normalmente", pode ler-se na publicação no Facebook sobre o caso.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG