Foi apresentado como um robô altamente avançado. Era um homem disfarçado

Organização do evento garante que nunca teve intenções de passar a ideia de que o robô era real, só que foi essa a mensagem que começou por ser difundida pela televisão estatal russa.

A estação de televisão Rússia 24 apresentou-o como um robô humanoide altamente avançado num fórum de jovens dedicado à robótica, mas Boris era apenas um disfarce.

"O Boris já aprendeu a dançar e não é mau de todo", anunciava a televisão estatal. Mas a estrela do evento começou, desde logo, por suscitar dúvidas nos bloggers mais atentos, que questionaram onde se encontravam os sensores do robô, bem como o facto de efetuar demasiados comportamentos desnecessários enquanto dançava.

Uma fotografia publicada pela MBKh Media viria a confirmar o que já muitos suspeitavam. Mais tarde, conta o The Guardian, soube-se que Boris era, afinal, um disfarce - o "Alyosha the Robot" -, feito pela empresa Show Robots, com um custo superior a 3.300 euros. Um fato equipado com microfone e tablet, criando a ilusão de que se trata, efetivamente, de um robô.

A figura foi apresentada no fórum de tecnologia Proyektoria, que, segundo a organização, não tentou passar a imagem de que o robô era real. Essa foi, no entanto, a ideia que passou aos telespetadores que assistiram à peça televisiva.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG