Estudante do liceu poupa durante dois anos para oferecer cadeira de rodas elétrica ao amigo

Aconteceu no Arkansas, Estados Unidos: Tanner poupou durante dois anos para oferecer uma cadeira elétrica ao amigo Brandon

A amizade entre Tanner Wilson e Brandon Qualls, dois jovens de Norman, no Arkansas, quase parece saída de um filme: Brandon precisava de uma cadeira de rodas para se movimentar mas tinha um modelo muito antigo, ainda manual, o que lhe provocava dores e já lhe estava a dificultar a vida. O amigo Tanner decidiu então poupar dinheiro durante dois anos e oferecer-lhe uma cadeira nova, elétrica.

"Os meus braços estavam a ficar muito cansados", explicou Brandon a um canal de televisão local. Então, durante dois anos, Tanner trabalhou em part-time na loja de uma oficina de mecânica. Foi assim que conseguiu poupar o dinheiro e, no mês passado, com ajuda dos professores e dos colegas de turma, ofereceu a cadeira nova a Brandon. Foi uma surpresa enorme: "Eu comecei a chorar, não podia acreditar que ele tinha feito aquilo por mim", contou o rapaz. "O meu sonho tornou-se realidade."

"Ele tem sido um bom amigo e eu quis agradecer-lhe", justificou-se Tanner. "Senti que tinha de fazê-lo, ele está sempre lá para mim." A mãe de Tanner, Colleen Carmack, explicou à CNN que o filho teve "algumas más experiências no último ano" e que por isso era importante para ele sentir que podia fazer a diferença na vida de alguém.

No entanto, a cadeira elétrica tem de ficar na escola, uma vez que não cabe no carro dos pais de Brandon Qualls e ele não consegue levá-la para casa. Esse será o próximo objetivo.

O acontecimento não só melhorou a qualidade de vida Brandon como contribuiu para a auto-estima de Tanner, que tem sido muito elogiado, e ainda teve um efeito positivo na comunidade escolar, uma vez que os jovens do Liceu de Caddo Hills ficaram mais atentos a este tipo de problemas e ao modo como cada um pode fazer diferença, contou Collen Carmack.

"As pessoas continua a perguntar-me: valeu a pena?", conta Tanner. "Claro que valeu. 100%."

Exclusivos