Espaço Europa convida alunos do Externato Álvares Cabral e da Escola Rainha Dona Leonor a visitar o Media Lab

Os alunos da Escola Rainha D. Leonor e do Externato Álvares Cabral, visitaram nesta quarta-feira o Media Lab do Diário de Noticias, nas torres de Lisboa, para serem jornalistas da Europa por um dia, a convite do Espaço Público Europeu

A visita começou com uma formação breve sobre as práticas jornalísticas, em que os alunos puderam conhecer em antemão qual o trabalho a fazer, bem como as técnicas a serem usadas. Depois assistiram ao vídeo preparado pelo EPE, para lembrar os jovens de que são cidadãos europeus, logo, são livres de viajar, viver e trabalhar no continente.

Seguiu-se a apresentação do Orador, Etelberto Costa, Embaixador nacional da Plataforma Europeia de Educação de Adultos (EPALE), com o tema "2030? O que estarei a aprender". Seguido de entrevistas pelos nossos jornalistas, para os noticiários em rádio e em vídeo.

Divididos em grupos, os jovens já com noções básicas da escrita de uma peça jornalística, começaram a redigir as suas notícias para serem gravadas em rádio. Neste escolheram os assuntos a noticiar, selecionando a informação a ser tratada do site online da TSF, para escreverem os leads das notícias. As notícias tinham todas que estar relacionadas com a Europa, uma vez que um dos objetivos deste workshop é despertar o interesse dos jovens para questões relacionadas com o seu continente, e de os fazer acreditar que a sua voz leva ao crescimento europeu.

Depois visitaram a redação do Diário de Notícias e do Dinheiro Vivo, tendo a oportunidade de estar em contacto com os jornalistas, tanto o seu local de trabalho como saber mais sobre as exigências do seu dia-a-dia, e as funções que os mesmos desempenham dentro da redação.

Exclusivos

Premium

Nuno Severiano Teixeira

"O soldado Milhões é um símbolo da capacidade heroica" portuguesa

Entrevista a Nuno Severiano Teixeira, professor catedrático na Universidade Nova de Lisboa e antigo ministro da Defesa. O autor de The Portuguese at War, um livro agora editado exclusivamente em Inglaterra a pedido da Sussex Academic Press, fala da história militar do país e da evolução tremenda das nossas Forças Armadas desde a chegada da democracia.

Premium

Maria Antónia de Almeida Santos

Dos pobres também reza a história

Já era tempo de a humanidade começar a atuar sem ideias preconcebidas sobre como erradicar a pobreza. A atribuição do Prémio Nobel da Economia esta semana a Esther Duflo, ao seu marido Abhijit Vinaayak Banerjee e a Michael Kremer, pela sua abordagem para reduzir a pobreza global, parece indicar que estamos finalmente nesse caminho. Logo à partida, esta escolha reforça a noção de que a pobreza é mesmo um problema global e que deve ser assumido como tal. Em seguida, ilustra a validade do experimentalismo na abordagem que se quer cada vez mais científica às questões económico-sociais. Por último, pela análise que os laureados têm feito de questões específicas e precisas, temos a demonstração da importância das políticas económico-financeiras orientadas para as pessoas.