Durex recolhe lotes de preservativos em Portugal por não passarem em testes

Ao todo são oito lotes que a marca está a tentar retirar do mercado. Em causa está a "durabilidade até ao termo do prazo de validade". Clientes serão reembolsados

Depois de ter anunciado a recolha de dez lotes de preservativos no Reino Unido e Irlanda, a Durex anunciou que, desde a passada terça-feira, 31 de julho,está a recolher também "lotes específicos" em Portugal. Em causa estão os produtos Durex Real Feel 12 unidades (sete lotes) e Durex Sem Látex 12 unidades (um lote).

.A marca refere que os preservativos em causa "não estão a passar pelos rigorosos testes de durabilidade até ao termo do prazo de validade". "Apenas para os lotes de preservativos afetados por esta questão, poderá haver um aumento no número de preservativos que rompem durante a aplicação ou uso. Por favor, ler sempre a rotulagem que refere 'Consulte o médico ou farmacêutico: se o preservativo romper ou verter durante o uso (no máximo nas 72h seguintes)'", diz ainda a Durex no seu site, acrescentando ainda estar a "trabalhar de perto com as autoridades competentes relevantes, como o Infarmed".

A Durex sublinha que "não existe uma preocupação imediata na segurança dos consumidores e apenas um número limitado de lotes se encontra afetado".

Quem tem produtos dos lotes que estão ser recolhidos, "pode devolver os produtos diretamente à Durex de forma gratuita" ou, "em alternativa, pode proceder à devolução das embalagens no local onde adquiriu mediante o comprovativo de compra, ou então em qualquer farmácia caso não tenha o comprovativo de compra". Mesmo que a embalagem esteja aberta, o cliente será reembolsado, garante a marca.

As datas de validade dos oito lotes que estão a ser retirados do mercado estão compreendidas entre dezembro de 2020 e março de 2021.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG