Cidade brasileira dedica feriado municipal aos videntes de Fátima

A terra natal da criança que o Vaticano tomou como exemplo para canonizar os dois videntes de Fátima, Francisco e Jacinta, vai passar a comemorar o seu feriado municipal a 20 de fevereiro, dia em que a Igreja assinala a festa litúrgica dos "santos pastorinhos".

A cidade brasileira onde nasceu Lucas, a criança que o Vaticano tomou como exemplo para canonizar os dois videntes de Fátima, Francisco e Jacinta, vai passar a comemorar o seu feriado municipal a 20 de fevereiro, dia em que a Igreja assinala a festa litúrgica dos "santos pastorinhos", anunciou o Santuário de Fátima em comunicado.

Leila Amadei, prefeita de Juranda, município da diocese de Campo Mourão, no estado brasileiro do Paraná, promulgou esta decisão, aprovada pela câmara municipal, com efeitos imediatos pelo que, na próxima quarta-feira, já será feriado neste município do Brasil.

"Fica instituído no Município de Juranda, o feriado municipal religioso do 'Dia dos Pastorinhos Francisco e Jacinta Marto', a ser comemorado no dia 20 de fevereiro. A data fica incluída no calendário municipal de eventos e datas comemorativas do Município de Juranda", lê-se na Lei nº 2 271/2019, assinada pela prefeita Leila Amadei. "As despesas decorrentes da presente lei, caso se façam necessárias, correrão por conta de dotações orçamentárias próprias, suplementadas, se necessário" esclarece ainda a prefeita, citada no texto do gabinete de comunicação do Santuário de Fátima.

Este gabinete sublinha que se trata "da primeira decisão do género, tomada por uma instituição pública de natureza civil".

Lucas é a criança de Juranda que, de acordo com as autoridades religiosas, teve uma "cura inexplicável do ponto de vista científico". Então com 6 anos, Lucas caiu de uma janela, de uma altura aproximada de 6,5 m, quando brincava com uma irmã em casa dos avôs.

Levada para o hospital, em coma, com um grave traumatismo crânio-encefálico e perda de massa encefálica, Lucas foi operado, mas os médicos diziam que, caso sobrevivesse, o menor viveria em estado vegetativo ou, na melhor das hipóteses, teria graves deficiências cognitivas.

Três dias após a queda, a criança teve alta do hospital, sem qualquer dano neurológico ou cognitivo. Em 2 de fevereiro de 2007, uma equipa médica consultada pelo Vaticano deu parecer positivo unânime sobre o caso, referindo-se a "cura inexplicável do ponto de vista científico".

Segundo o Santuário, no momento do acidente, o pai da criança invocou Nossa Senhora de Fátima e os dois pequenos beatos; os familiares e uma comunidade de religiosas de clausura rezaram com insistência, pedindo a intercessão dos chamados pastorinhos de Fátima.

Francisco e Jacinta foram canonizados pelo Papa Francisco, em Fátima, em 13 de maio de 2017, numa cerimónia que contou com a presença de Lucas. A Igreja passou a assinalar a sua festa litúrgica em 20 de fevereiro, que este domingo já é celebrado no Santuário de Fátima, com um concerto evocativo dos três videntes de Fátima, com um programa que prossegue na terça e quarta-feiras.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG