Cachalote morre com seis quilos de plásticos no estômago

O cetáceo de 9,5 metros foi encontrado junto à ilha de Kapota, parte do Parque Nacional de Wakatobi, a sudeste de Celebes, na Indónesia.

Um cachalote encontrado morto na Indonésia tinha quase seis quilos de resíduos plásticos, incluindo 115 copos no estômago, comunicaram as autoridades do Parque Nacional de Wakatobi.

A causa da morte é desconhecida, mas os funcionários do parque encontraram quatro garrafas de plástico, 25 sacos de plástico, sandálias e um saco com mais de mil pedaços de corda no estômago da baleia.

O Parque de Wakatobi é famoso entre os mergulhadores devido à grande área de recifes e de vida marinha diversificada, incluindo baleias. No entanto, a poluição que afeta os oceanos está a pôr em causa este santuário.

Cinco nações asiáticas (China, Indonésia, Filipinas, Vietname e Tailândia) são responsáveis por 60% dos resíduos plásticos que poluem os oceanos, revelou um relatório de 2015 da organização ambientalista Ocean Conservancy e do McKinsey Center for Business and Environment.

A Indonésia, segunda maior poluidora a seguir à China, prometeu investir mil milhões de dólares por ano para reduzir em 70% os detritos de plástico nos mares até 2025.

Em junho, morreu uma baleia-piloto na Tailândia, com 80 pedaços de lixo de plástico no estômago.

Segundo a ONU, os oceanos recebem oito milhões de toneladas de plástico por ano. Se nada for feito para acabar com o problema, em 2050 existirá mais plástico do que peixes.