Airbus cria avião para bater recorde de voo comercial mais longo

Arranque das ligações aéreas entre Singapura e Newark, nos EUA, está previsto para o próximo dia 11 de outubro. Viagens deverão durar 19 horas

A Airbus desenvolveu o aparelho A350-900ULR (ULR remete para Ultra Long Range), com autonomia para se manter no ar durante 20 horas e percorrer mais de 16000 quilómetros (nove mil milhas náuticas).

É através deste modelo que a partir de 11 de outubro a Singapore Airlines prepara-se para ligar Singapura a Newark em voos diretos que podem vir a ter a duração de 19 horas, batendo assim o recorde de voo comercial mais longo do mundo. Esta é a primeira de sete aeronaves que a companhia aérea espera vir a receber.

De acordo com o Jalopnik , a Airbus aumentou a capacidade do depósito de combustível, permitindo que sejam levados 165 mil litros, mais 24 mil litros em comparação com os A350 "normais". A aerodinâmica do avião também sofreu melhorias, capazes de reduzir em 25% as necessidades de combustível.

O aparelho conta com 67 lugares na primeira classe e 94 em turística. Uma vez que cada viagem dura quase um dia inteiro, para já, promete a companhia, os passageiros vão dispor de cabines espaçosas o suficiente para se moverem confortavelmente durante o voo e, para breve, estão previstas novas opções de entretenimento a bordo e ligações Wi-Fi.

Ainda não foram revelados os preços das viagens nem o percurso definido.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG