35% dos jovens britânicos consideram fazer uma plástica. Reality shows são má influência

Sondagem ComRes realizada para a BBC 5 Live

Mais de um terço dos britânicos entre os 18 e os 34 anos pensam em fazer uma operação plástica. A comunicação social e os reality shows exercem uma influência negativa na forma como as pessoas olham para os seus corpos, segundo um estudo da ComRes para a BBC 5 Live.

35% dos dois mil inquiridos já fizeram, consideram fazer ou conhecem alguém que já tenha feito uma operação plástica. Este resultado é particularmente expressivo nas camadas mais jovens da população (entre os 18 e os 34 anos).

Montana, tem 27 anos, e vive em Liverpool, garante que há muito que quer fazer melhoramentos no seu corpo e se sente melhor assim: "Aqui onde nós vivemos, todas as raparigas são bastante perfeitas. Todas fizeram operações plásticas ao peito, todas são muito magras", diz à BBC.

"Eu queria melhorar o meu peito desde que tinha 16 anos. Metia meias dentro do meu soutien. Isso fazia-me mais feliz. Podia vestir roupas diferentes. Podia estar mais relaxada", acrescenta.

Montana confessa ainda que a comunicação social e os reality Shows têm um papel decisivo na forma como olha para si. Conclusão apoiada por mais de metade dos inquiridos deste estudo, que apontam o dedo a programas de televisão como "Love Island" ou "The Only Way is Essex". No primeiro , um grupo de pessoas está numa residência luxuosa com o objetivo de encontrar o amor; o segundo é descrito como a versão inglesa do programa americano Jersey Shore.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG