Produção do canal 2 da RTP passa para o Porto

A produção da RTP2 vai passar para o Porto, uma transferência que já está a acontecer, disse à Lusa fonte oficial da Rádio e Televisão de Portugal (RTP).

"Toda a produção da 2 vai passar para o Porto e outras produções de outros canais passam também para o Porto", nomeadamente da RTP 1 e da RTP Internacional, afirmou a mesma fonte, adiantando que esta decisão da Administração liderada por Alberto da Ponte não traz encargos extra já que alguns serviços que eram contratados externamente passam a ser feitos dentro da estação pública.

Questionado sobre se a decisão implica a contratação de trabalhadores ou a ida de alguns de Lisboa para o Porto, a mesma fonte disse apenas que esta "significa a melhor utilização dos meios humanos e físicos que existem no Porto".

Os serviços de produção da RTP2 vão começar a ser transferidos ainda durante o mês de janeiro.

A perda de importância dos serviços do Porto dentro da RTP levantou polémica depois da decisão tomada pela administração, em dezembro, de passar a produzir em Lisboa o programa televisivo matinal "Praça da Alegria". A decisão levou mesmo os trabalhadores da RTP Porto a promoverem uma vigília.

Já hoje o presidente da Câmara de Gaia, Luís Filipe Menezes, lançou um apelo "razoável" ao Conselho de Administração da RTP para que o núcleo central do serviço público "venha para o Porto".

"Nesta fase acho que seria muito interessante que passasse para o Porto tudo o que tem a ver com conteúdos e produção autónoma da RTP2 e a seguir, eventualmente, no futuro próximo, o serviço público nomeadamente a RTP Internacional e a RTP África", afirmou o também candidato do PSD à Câmara do Porto em declarações à Lusa.

A conferência de líderes parlamentares agendou hoje para dia 16 de janeiro o debate em plenário sobre o fim da produção de programas da RTP no Porto.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG