Wayward Pines: A vila onde o mistério é o habitante central

Série composta por dez episódios tem estreia marcada para dia 14 de maio, na Fox. Matt Dillon protagoniza este thriller psicológico baseado no best seller de Blake Crouch

Wayward Pines tinha tudo para ser uma vila como outra qualquer. Mas um acidente com o agente secreto Ethan Burke, que tem como missão descobrir dois colegas federais desaparecidos, coloca a descoberto o mistério que esta localidade encerra. Ou pelo menos é isso que dá a entender o primeiro episódio da série homónima, inspirada no best seller Pines, assinado por Blake Crouch, e que serve de mote para a nova grande aposta da Fox, com estreia global marcada para 14 de maio.

Este thriller psicológico marca a estreia de Matt Dillon na televisão. É ele quem vai dar vida ao protagonista da trama, que gira em torno de uma misteriosa vila onde nada é aquilo que parece ser à primeira vista. A série conta ainda com a produção executiva de M. Night Shyamalan, realizador responsável por êxitos cinematográficos como O Sexto Sentido ou Sinais, e também ele estreante nesta andanças televisivas.

Numa entrevista exclusiva em Londres, Matt Dillon considera que o guião de Wayward Pines aborda questões que podem ser transportadas para a realidade, não obstante tratar-se de uma obra ficcionada. "No primeiro episódio desta série, Ethan fica preso na cidade e não consegue sair. Dou por mim a pensar em como isto pode ser metafórico. Quantas vezes na vida andamos à procura de respostas e nos sentimo sem saída? Esta série é interessante porque existe uma busca pela verdade", explica o ator norte-americano, que já foi nomeado para um Óscar pelo seu papel no filme Colisão.

Leia mais na edição impressa ou no e-paper do DN

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG