Sofia Alves: "Rapar o cabelo faz sentido, não é leviano"

A atriz que dá vida a Mariana Fonseca na novela 'Mulheres', TVI, confessa estar disposta a rapar o cabelo para retratar a vivência do cancro da mama, dez anos depois de Fernanda Serrano ter feito o mesmo por uma personagem.

Em Queridas Feras (2003/2004), Fernanda Serrano rapou o cabelo em prol da sua personagem. Dez anos depois, Sofia Alves pode vir fazer o mesmo pela sua identidade na novela da TVI Mulheres, Mariana Fonseca, que descobriu recentemente sofrer de cancro da mama.

A decisão ainda não está tomada, mas a atriz admite estar disposta a dar esse passo. "Talvez tenha de rapar numa segunda fase. Nesta primeira, como o marido não sabe que ela tem cancro, é obrigada a cortar o cabelo. Depois, quando chegar à fase mais adiantada da questão, estamos a equacionar, é algo que ainda está em cima da mesa. Se tiver de ser...ele cresce a seguir! Rapar o cabelo faz sentido para a personagem, não é leviano. Tem cenas que subscrevo e, se tiver de ser, sim, sem dúvida nenhuma. A Sofia [Alves] aqui não existe, existe a Mariana e eu tenho de defender o trabalho" explica a atriz.

Sofia Alves volta, assim, a debater-se com o tema do cancro depois de, em 2009, ter sofrido de cancro da pele. "É um assunto muito sensível. Eu própria também passei por um cancro, é sempre muito violento falar dessas questões, que são muito pessoais, muito emocionais. Quando me preparei para este trabalho, também tive conversas com vários médicos, fiz o meu trabalho de casa", sublinha ainda.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG