RTP junta-se à TVI no protesto ao painel de audiências

Estação pública pediu, na segunda-feira, a validação do painel de audiências, um processo a ser desenvolvido pela mesma empresa que fez a auditoria, PwC. TVI também já o tinha feito

Depois da TVI, também a RTP pediu a validação do painel de audiências da GfK. "O plano de ação e correção imposto pela Comissão de Análise e Estudos de Meios (CAEM) à GfK deve ser validado por uma entidade independente, de preferência a mesma que, no ano passado, detetou os erros", afirmou fonte oficial da estação pública. Ou seja, uma validação que deverá ser feita pela PricewaterhouseCoopers (PwC)

Um pedido que chegou à CAEM na segunda-feira passada, no mesmo dia em que a TVI o fez. "Nós continuamos a achar que o painel não representa o Censos 2011. Há faixas etárias e agregados que estão ou sub ou sobredimensionadas e para que haja transparência no mercado, solicitamos a validação do painel", afirmou o diretor geral da TVI. Luís Cunha Velho sustenta que "no último relatório apresentado, a 13 de março, a TVI acha que o painel continua sem estar representativo nas idades e nos agregados. No caso das regiões, há zonas que têm de ser vistas e corrigidas".

Nem a RTP nem a TVI colocam um prazo para a decisão. Em comunicado enviado esta tarde, a CAEM declarava ter tomado conhecimento das "posições das três secções - Meios, Anunciantes e Agências de Meios - sobre a implementação do plano", remetendo uma "decisão final sobre a aceitação das medidas implementadas" para "os próximos dias". Contactado, Luís Marques, presidente da Comissão e administrador editorial da Impresa, recusou prestar declarações.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG