RTL arrisca fazer série sobre juventude de Hitler

O canal alemão RTL aprovou a realização de uma nova série que vai recriar a juventude do líder do nazismo. O projeto, com estreia prevista para 2016, já começou a dividir opiniões.

Há já dois anos que os produtores Nico Hofmann e Jan Mojto estão a preparar terreno para abordar um dos temas mais sensíveis da história alemã, mas só agora decidiram avançar. "Acredito que chegou o momento de filmar uma série da Alemanha para o mundo, em inglês, e com capacidade de chegar ao público internacional", disse Mojto, assegurando que a série vai basear-se nas investigações do historiador Thomas Weber.

Jens Jessen, jornalista do diário Die Zeit, sublinhou que "até os media mais conservadores na Alemanha reconhecem que há pelo menos dois temas de êxito assegurados: Hitler e sexo", e alertou para o facto de "o Hitler poder converter-se numa droga intelectual no mercado do entretenimento".

Para além desta, várias são as críticas apontadas pelo público alemão à série televisiva. As mais consensuais dizem que a trama poderá denegrir a imagem da Alemanha no resto do mundo e que o canal RTL, conhecido por dar prioridade à transmissão de reality shows, não é a escolha mais acertada para apostar em temas com tamanha relevância história.

O produtor Jon Mojto limitou-se a explicar que "a nova geração de alemães tem uma relação de soberania com o passado do país". O seu colega, Nico Hoffman, adiantou ainda que, "entre outras coisas, querem analisar os anos 20 e demonstrar que na vida de Hitler houve uma continuidade na mentira".

Exclusivos