PSD quer que RTP revele valor pago a Nuno Santos

Sociais democratas escreveram a presidente da RTP e querem que Alberto da Ponte diga quanto pagou de indemnização a Nuno Santos, na sequência do processo de despedimento em março do ano passado.

"Cremos ser da maior importância e tendo em conta o princípio da transparência, que se esclareça quais foram os montantes despendidos pela estação pública no âmbito desse acordo", escreveram os deputados sociais democratas da Comissão Parlamentar de Ética. A carta, segundo o jornal Expresso, foi endereçada a Alberto da Ponte, presidente da estação pública, e pretende saber quanto é que a RTP pagou de indemnização a Nuno Santos.

Recorde-se que o antigo diretor de informação da televisão pública tinha sido despedido em março por alegada justa causa, na sequência de processo disciplinar movido pela administração da empresa pública, e sem direito a indemnização. Dez meses depois, a estação e Santos chegavam a acordo para a rescisão de contrato por mútuo acordo, com direito a indemnização.

Ao que a revista Notícias TV (do DN e JN) apurou junto de várias fontes da RTP, o valor de indemnização pago pela estação terá rondado "os 150 mil euros" e que "não terá ultrapassado o teto que a RTP tem previsto para o plano de saídas voluntárias [que está em curso desde abril do ano passado e que prevê um limite de 150 mil euros]".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG