"Na SIC ganho muito bem, mas menos do que na TVI"

Atriz Margarida Marinho, protagonista da próxima novela "As Poderosas", revela razões da saída.

"Não chegámos a acordo relativamente ao meu futuro na TVI. Previa-se um ano sabático e isso não correspondia aos meus desejos. As circunstâncias desse ano sabático também não estavam dentro do espírito do nosso acordo que me tinha ligado desde o início da exclusividade. Contudo, achei que precisava de fazer esta mudança", afiançou Margarida Marinho, no aeroporto de Lisboa, a poucos minutos de embarcar para a Malásia onde vai gravar cenas como protagonista da próxima novela da SIC "As Poderosas". "Houve uma janela de uma semana, em que as coisas foram feitas com o maior respeito mútuo, e na qual circunstancialmente estive com a Gabriela Sobral [diretora de produção da SIC] e servi para os intentos que a SIC necessitava], justificou ainda a atriz que na trama de Carnaxide vai interpretar Marina, "uma grande empresária portuguesa", esclareceu ainda.

A atriz, que atuava desde 2008 em exclusivo para a estação de Queluz de Baixo tendo protagonizado novelas como A Outra, Meu Amor ou Remédio Santo, entre outras, vincou, porém, que apesar da sua saída mantém boa relação com a TVI. "Até ao dia da minha saída guardo muito boas recordações. Fui sempre bem considerada enquanto atriz e pessoa e, por isso, tenho uma gratidão imensa, a começar pelas pessoas que garantiram as condições da minha exclusividade e que foram José Eduardo Moniz e a Gabriela Sobral", disse.

Margarida Marinho garante ainda que chega à SIC mas sem contrato de exclusividade por "vontade mútua". "Não fez muito sentido estar a falar nesses termos quando temos, sim, vontade de nos conhecermos e de trabalhar durante um ano". E esclareceu: "Na SIC ganho muito bem, mas vou ganhar menos do que na TVI. Creio que tenho de ser explicita nisto: vou ganhar menos do que no contrato de exclusividade que foi firmado pela Gabriela Sobral e pelo Eduardo Moniz".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG