José Fragoso diz que é "reconhecimento de qualidade"

Depois de ter conquistado dois Emmy nos últimos dois anos, Portugal volta a estar nomeado para os prestigiados prémios internacionais, com Rosa Fogo e Remédio Santo.

O diretor-coordenador da TVI considera que a nomeação de duas novelas portuguesas ao Emmy Internacional é "um reconhecimento da qualidade da ficção portuguesa". "Estamos a fazer o nosso caminho e estamos a fazê-lo bem, porque estamos a conseguir nomeações consistentes para um prémio que, até há pouco, era inatingível para nós", disse José Fragoso ao nosso site.

O responsável sublinhou que estas nomeações portuguesas "são um importante estímulo para as equipas que estão por trás das produções e que, como se sabe, trabalham em condições nem sempre fáceis, sobretudo numa fase como esta".

Confiante na qualidade de Remédio Santo, Fragoso escusa-se porém em falar de favoritismos. "Estarmos nomeados já é muito significativo e o que importa aqui referir é que a produção portuguesa é há três anos consecutivos reconhecida internacionalmente".

Para além de Remédio Santo (TVI) e Rosa Fogo (SIC), estão também nomeadas as novelas O Astro (Globo) e Iron Daughters-in-Law (tradução para inglês da novela produzida na Coreia do Sul). A cerimónia de entrega dos prémios está marcada para 19 de novembro.

Ler mais

Exclusivos