Gonçalo Félix da Costa na direção das Produções Fictícias

O antigo diretor executivo da produtora e do canal Q substitui Nuno Artur Silva, que deixou o cargo para se tornar administrador com o pelouro dos conteúdos da RTP

Em comunicado enviado às redações, Gonçalo Félix da Costa afirma que as Produções Fictícias e o canal Q "manterão o foco na criação e produção de conteúdos originais".

O novo diretor-geral da produtora de conteúdos televisivos integra a equipa das Produções Fictícias desde junho de 2006 e vai assim ocupar o lugar de Nuno Artur Silva, que assumiu entretanto o cargo de administrador da RTP com o pelouro dos conteúdos.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.