Atores da TVI querem trazer outro Emmy para casa

Rita Pereira, Margarida Marinho, Sara Barradas e João Catarré foram os escolhidos pela estação de televisão para representar a novela 'Remédio Santo' em Nova Iorque.

Os quatro protagonistas da novela Remédio Santo (TVI), nomeada para um Emmy, já partiram para Nova Iorque onde vai decorrer a cerimónia internacional dos prémios de televisão. Rita Pereira, Margarida Marinho, Sara Barradas e João Catarré juntam-se assim a António Barreira, autor do formato da estação de Queluz de Baixo, e à restante equipa de produção da TVI que já se encontra na cidade norte-americana.

"Não estou muito confiante. Duvido que Portugal ganhe três anos seguidos. Acho que vai para a Globo", contou Rita Pereira sobre as suas expectativas, antes da partida para o continente americano. "Se não ganharmos nós Remédio Santo, que ganhe a SIC, sem dúvida. Que seja Portugal a ganhar", confidenciou.

A verdade é que esta é a primeira vez que duas novelas nacionais, de canais diferentes, concorrem pela mesma categoria: A Melhor Telenovela. A par da novela da SIC, Rosa Fogo (de autoria de Patrícia Muller), o formato da TVI disputa ainda o prémio final com o remake da Globo, O Astro, e a produção sul-coreana, Daughters-in -Law.

Já repetente na cerimónia, onde esteve em 2010 para receber o galardão da novela Meu Amor, a atriz da TVI desmistifica a ideia do glamour do evento. "Obviamente tem os atores de Hollywood, mas de resto não é nada glamoroso. O jantar é frango cozido com puré de pacote", conta. A atriz Margarida Marinho, que marca também a sua segunda presença nos Emmys concorda: " As nossas produções são tão boas ou melhores do que se faz lá fora. Temos imenso cuidado, uma maneira de construir os eventos que tem uma qualidade superior internacional".

Dourado é a cor do galardão que será entregue à novela vencedora mas é também... a cor da indumentária de Margarida Marinho. "O meu vestido é dos 'Manéis' Alves/Gonçalves, revelou, adiantando: "Podemos não trazer o Emmy mas garanto que levamos os vestidos mais bonitos". Rita Pereira, mais discreta em relação ao que vai usar contou apenas: "Desenhei o meu vestido com a Micaela Oliveira e é muito inspirada no fado, na tradição portuguesa". "Quis levar mesmo uma coisa que marcasse portugal, com uns brincos enormes com ouro filigrana", explica.

Para a atriz Sara Barradas, a escolha vai ser VS Couture e João Catarré optou pelo típico smoking, que nunca deixa ficar mal. "É um fato preto da Hugo Boss", explicou.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.