Entrevista a Coentrão gera polémica entre jornalistas

Os jornalistas portugueses que estão no Brasil a acompanhar a seleção manifestaram o seu desagrado com o distanciamento existente entre si e a comitiva nacional. O mote: a entrevista que Fábio Coentrão deu a Daniel Oliveira, da SIC

A conversa que o lateral esquerdo concedeu ao apresentador da estação de Carnaxide, depois de ter sido anunciada a sua saída do Campeonato do Mundo devido a uma lesão muscular, justificou o protesto, que aconteceu no início de uma conferência de imprensa no centro de treinos da Ponte Preta, Brasil.

Os jornalistas de rádio, televisão e imprensa que estão no Brasil a acompanhar a seleção portuguesa mostraram o seu desagrado a um dos responsáveis pelo departamento de comunicação da federacão portuguesa de futebol. Um protesto que acabou por ser tema de conversa na RTP Informação. "Jornalistas questionam Federação. Em causa, entrevista de Fábio Coentrão a um programa não jornalístico", leu-se no ercã do canal de informação por cabo.

Daniel Oliveira, que conduziu a conversa com o jogador português (que irá para o ar, na íntegra, amanhã à tarde no programa Alta Definição) utilizou o Facebook para justificar o trabalho. "Fábio Coentrão aceitou dar-me uma entrevista, que lhe propus directamente, uma vez que, me apercebi que sendo dispensado, estaria liberto das regras impostas pela Federação Portuguesa de Futebol. Fiz o meu trabalho que decorre não de um interesse jornalístico, mas que tem relevância jornalística. São já uns anos valentes, desde 2004, a ser visto como o outsider nestas coisas da bola, mas parece que ainda sou o melhor a lidar com isso", escreveu o apresentador e diretor da SIC Caras.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG