Dupla festeja 100 emissões e ambiciona mais auditório

Júlia Pinheiro e João Paulo Rodrigues falam do efeito da dupla do programa da manhã da SIC, que quer recuperar auditório depois do verão

As manhãs da SIC, que ontem assinalaram a centésima emissão, fizeram a festa. Júlia Pinheiro e João Paulo Rodrigues têm vindo a ver o auditório encolher com o verão, mas os responsáveis e os apresentadores do formato acreditam que depois do verão os resultados voltam ao que eram.

Só em 2014, a dupla de Queridas Manhãs já conquistou mais cerca de 30 mil espectadores, atingindo os 277 mil pessoas, que Querida Júlia tinha desde o início do ano e viu o seu share subir de 17,3% para 19,3%.

"Até agora o balanço do programa é bom. Até ao período do futebol e das férias estávamos com cerca de 30 a 40 mil pessoas a mais. Para nós não é ótimo, mas crescer é sempre bom", afirma Luís Marques. O administrador editorial da Impresa confia que a subida dos pontos de share da SIC "vêm da TVI" e admite que "o percurso é longo, vai demorar tempo a consolidar e a normalizar, mas quando as pessoas voltarem das férias vai regressar aos valores".

"Estamos muito contentes, temos vindo a ter os resultados pretendidos, temos vindo a subir", afirma a apresentadora Júlia Pinheiro, socorrendo-se dos números conseguidos antes da chegada do verão. João Paulo Rodrigues usa palavras semelhantes para fazer a avaliação. "É um balanço muito positivo, de constante aprendizagem e espero continuar a aprender", afirma.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG