Bar Refaeli criticada por ridicularizar mulheres obesas

Inúmeros telespectadores do Canal 2, de Israel, queixaram-se do teor sexista do anúncio a uma marca de óculos e por não considerar bonita uma mulher com quilos a mais. Veja o vídeo.

Segundo avança o jornal Yediot Aharonot, esta campanha motivou uma onda de queixas por parte do telespectadores do Canal 2 da televisão israelita. Uma parte das queixas visou a dança sensual que Bar Refaeli protagoniza e, segundo os queixosos, fomentam a ideia da mulher como objeto sexual. Outra parte vinca que o anúncio ridiculariza com as mulheres com peso a mais.

"É decepcionante e insultuoso que uma mulher como Bar Refaeli, que tem muita influência nos comportamentos do público, tenha participado numa campanha que continua a perpetuar imagens pouco abonatórias para as mulheres", sustentou Galia Wolloch, diretora da associação sindical das mulheres.

Ainda segundo o mesmo jornal o comentário mais vezes repetido foi: "nem todas temos o tamanho de Refaeli, mas não é por isso que somos piores".

O anúncio tem sido fonte de discussão em foruns de debate em rádios e jornais israelitas.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG