Marinho deixa informação da RTP por causa de Nuno Santos

O administrador da RTP com o pelouro da informação, Luís Marinho, que votou contra acontratação de Nuno Santos para a direcção de informação do canal, vai deixar a pasta que tutela.

O presidente da RTP, Guilherme Costa, admite que as razões para a saída de Marinho "são evidentes". O administrador deixa o pelouro da informação descontente com a contratação de Nuno Santos, mas continuará no Conselho de Administração (CA) da empresa.

O conselho de administração da empresa "é plural e admite votos contra", sustentou o presidente da empresa, que viu o voto contra de Marinho à entrada do até agora director de programas da SIC como uma "situação normal, pacífica".

"Muito em breve" serão redefinidas algumas competências da estrutura interna da empresa, adiantou Guilherme Costa, que remeteu para a ocasião mais esclarecimentos sobre o novo pelouro a designar a Luís Marinho.

Nuno Santos foi confirmado no começo de Março como novo director de informação da RTP, depois da saída de José Alberto Carvalho para a TVI, e aguarda agora aprovação da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), que deverá suceder na quarta-feira, para poder iniciar funções.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG