Diogo Morgado com baixas expectativas para vencer Emmy

É já esta segunda-feira de madrugada que se realiza a cerimónia dos emmy internacionais, a partir de Nova Iorque (EUA). E Laços de Sangue (SIC) está nomeada para a categoria Novela.

O actor Diogo Morgado, protagonista de Laços de Sangue, produzida pela SP e TV Globo e transmitida pelo canal generalista de Carnaxide, falou ao DN, no Aeroporto de Lisboa, a caminho da maior cidade norte-americana. "Vou ver pessoas que só vemos na televisão", começou por dizer, bem disposto, o actor, minutos antes de apanhar o avião.

Mas, na mala, não levou grande esperança em trazer o prémio para Portugal: "Honestamente, não tenho muitas expectativas. Temos a noção de que o trabalho está bem feito, mas também há uma dedução lógica a fazer... No ano passado já ganhou uma novela portuguesa [Meu Amor, da TVI]".

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ricardo Paes Mamede

A "taxa Robles" e a desqualificação do debate político

A proposta de criação de uma taxa sobre especulação imobiliária, anunciada pelo Bloco de Esquerda (BE) a 9 de setembro, animou os jornais, televisões e redes sociais durante vários dias. Agora que as atenções já se viraram para outras polémicas, vale a pena revistar o debate público sobre a "taxa Robles" e constatar o que ela nos diz sobre a desqualificação da disputa partidária em Portugal nos dias que correm.

Premium

Rosália Amorim

Crédito: teremos aprendido a lição?

Crédito para a habitação, crédito para o carro, crédito para as obras, crédito para as férias, crédito para tudo... Foi assim a vida de muitos portugueses antes da crise, a contrair crédito sobre crédito. Particulares e também os bancos (que facilitaram demais) ficaram com culpas no cartório. A pergunta que vale a pena fazer hoje é se, depois da crise e da intervenção da troika, a realidade terá mudado assim tanto? Parece que não. Hoje não é só o Estado que está sobre-endividado, mas são também os privados, quer as empresas quer os particulares.