Guionista de "Homeland" morre de ataque cardíaco

O produtor e guionista de "Homeland", que em Portugal leva o nome de "Segurança Nacional", Henry Bromell, de 65 anos, morreu de um ataque cardíaco na Califórnia, divulgou hoje o jornal Los Angeles Times.

A série "Homeland" foi vencedora dos Globos de Ouro de 2013, arrecadando os prémios de melhor série dramática do ano, melhor atriz (Claire Danes) e melhor ator (Damian Lewis).

Colaborador na produção de séries de sucesso, nomeadamente, "Chicago Hope", "Homicide", "Rubicon" e "I'll fly away", Bromell viveu no estrangeiro, seguindo o seu pai, agente da CIA, no Cairo, Amã, Teerão e Jordânia.

Henry Bromell nasceu a 19 de setembro de 1947 em Nova Iorque e faleceu hoje no Hospital St. John's Health Center em Santa Mónica (Califórnia).

Trabalhou durante 18 anos nos estúdios da 20th Century Fox e fez parte da equipa de guionistas "The Family Tree", através da qual começou a publicar contos na revista "The New Yorker" e em 1983 publicou o romance "The Follower".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG