Directora de produção da SIC diz que Emmy é consagração da ficção nacional

A directora de produção da SIC, Gabriela Sobral, afirmou hoje à Lusa que a conquista em Nova Iorque de um prémio Emmy para a telenovela "Laços de Sangue" é "a consagração do trabalho e da ficção nacional".

"É uma consagração da ficção que a SIC anda a fazer. É uma realidade no nosso país. Este é o segundo Emmy, são dois anos seguidos, o que é um feito", disse Gabriela Sobral, referindo-se também ao Emmy conquistado no ano passado pela novela da TVI "Meu Amor".

Daí, admitiu, ter ficado surpreendida com a atribuição do Emmy a "Laços de Sangue". Além disso, a novela protagonizada por Diana Chaves, Diogo Morgado e Joana Santos concorria directamente com "Araguaia", uma telenovela da rede Globo.

Por isso, Gabriela Sobral realçou que que esta conquista mostra que a ficção nacional "é muito acima daquilo que os portugueses acreditam ser".

No entender da directora de produção da SIC, depois deste prémio vai ser mais fácil vender a novela no mercado.

"Vender uma novela internacionalmente é uma mais-valia, mas mais do que a receita é a consagração de um produto e de uma área muito importante para uma TV generalista. A ficção é a área mais importante da antena", concluiu.

A coprodução da SIC e da TV Globo "Laços de Sangue" conquistou esta madrugada, em Nova Iorque, um Emmy Internacional na categoria "telenovela", para a qual estavam também nomeadas a produção da Globo "Araguaia", uma outra argentina e uma filipina.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG