Decisão confirma má-fé da administração, diz Nuno Santos

O ex-diretor de informação da RTP Nuno Santos congratulou-se hoje com o arquivamento do processo que lhe foi instaurado pela Comissão da Carteira de Jornalistas, uma decisão que confirma "o autismo e má-fé" da administração da estação pública.

Em declarações à agência Lusa, Nuno Santos disse que recebeu a decisão da Comissão da Carteira Profissional de Jornalista (CCPJ) "sem surpresa", considerando que "foi feita justiça".

"Por outro lado, acho que esta decisão também revela, depois das posições que são conhecidas da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), do Sindicato dos Jornalistas (SJ), do Conselho de Redação e da Comissão de Trabalhadores da RTP, revela o autismo e a má-fé do Conselho de Administração da RTP em todo este caso", sublinhou.

O ex-diretor de informação manifestou-se ainda "muito grato" por a Comissão da Carteira ter "decidido levar a investigação até ao fim, porque desta forma não subsistem dúvidas".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG