BBC transmite suicídio assistido de britânico milionário

Peter Smedley sofria de um transtorno neuro-motor e pediu à BBC que filmasse a sua morte, em Dezembro, para alertar para a mudança da legislação sobre o tema.

A estação pública BBC vai transmitir o suicídio assistido de um hoteleiro britânico e multimilionário, que pediu à clínica suiça Dignitas para colocar um ponto final à sua vida.

Segundo avançou o The Daily Telegrah, o hoteleiro chama-se Peter Smedley, tem 71 anos, sofria de um transtorno neuro-motor e pôs um fim à sua vida em Dezembro último. O documentário será transmitido na segunda-feira no canal BBC2, com o título "Eleger a forma de morrer".

Antes de morrer, o multimilionário escreveu cartas a amigos e familiares expressando o quanto eles significavam para si.Os mesmos familiares e amigos afirmaram não ter conhecimento do desejo de Smedley em cometer suicídio assistido, nem tão pouco do envolvimento de uma equipa da BBC durante a sua morte.

"Não sabíamos que ele tinha apelado à Dignitas, nem tão pouco sabíamos sobre este documentário. Ele era um homem que apreciava a privacidade e não gostava de partilhar as suas coisas com o mundo inteiro, mas queria que se mudasse a legislação quanto ao suicídio assistido", afirmou um dos amigos de Smedley ao jornal britânico.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG