O autor das primeiras imagens da revolução cubana

O fotojornalista espanhol Enrique Meneses Miniaty, que revelou as primeiras imagens da revolução cubana, morreu na noite de domingo no hospital de La Paz da capital espanhola aos 83 anos, revelou a edição eletrónica do El País.

Enrique Meneses Miniaty, que nasceu em Madrid, a 21 de outubro de 1929, viveu no exílio em França entre 1936 e 1944, onde sofreu a ocupação alemã e regressou a Espanha, em 1945, depois de passar um ano em Portugal.

Em Salamanca e em Madrid estudou Direito e, em 1952, graduou-se na Escola Oficial de Jornalismo.

Ao longo da sua carreira colaborou com diversos órgãos de comunicação social de diversos países como o "Paris Match" e foi nessa condição que se infiltrou na guerrilha cubana, tendo sido o primeiro fotógrafo estrangeiro no grupo liderado por Fidel Castro, com a qual conviveu quatro meses.

Os negativos das fotos conseguidas conseguiu passá-las para o exterior de Cuba cosidos na roupa de uma jovem cubana, mas a publicação custou-lhe a expulsão da ilha.

Autor de diversos livros, Enrique Miniaty foi também repórter de guerra tendo passado pelos conflitos da Rodésia, Angola, Bangladesh e de Sarajevo (1993), tendo este último dado origem à sua última reportagem antes de problemas de saúde o impedirem de trabalhar.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG