Wikipedia vai controlar informação sobre pessoas vivas

San A enciclopédia digital Wikipedia anunciou terça-feira que planeia introduzir um novo sistema de edição, de modo a prevenir a publicação de informação falsa sobre personalidades vivas.

Jay Walsh, porta-voz da Fundação Wikimedia, gestora da Wikipedia, confirmou que um grupo de editores experientes vai rever as entradas de dados sobre pessoas vivas antes de as mesmas ficarem disponíveis "online".

A nova medida já foi aplicada à versão alemã da Wikipedia e a Fundação Wikimedia permitirá aos utilizadores da versão em inglês - que tem mais de três milhões de artigos - experimentar o novo sistema antes de o implementar.

Walsh acrescentou que este controlo visa proporcionar uma "protecção adicional" e "prevenir o vandalismo" nos artigos sobre personalidades vivas.

De acordo com a imprensa norte-americana, a ideia para esta ferramenta surgiu no início deste ano, após um utilizador ter colocado um artigo na Wikipedia, no qual assegurava que o senador Ted Kennedy falecera durante a tomada de posse do presidente norte-americano Barack Obama, quando apenas tinha desmaiado.

Esta não foi a primeira vez que a enciclopédia digital disponibilizou informação errada sobre pessoas vivas, pois a biografia de John Seigenthaler incluiu - durante meses - a indicação de que o jornalista havia sido cúmplice nos assassinatos de John F. Kennedy e Robert Kennedy.

Também "para a História" ficaram os actos de vandalismo cometidos a partir dos computadores da CIA contra artigos do presidente do Irão, Mahmud Ahmadineyad, ou do líder do Sinn Fein, Gerry Adams.

Perante estas ocorrências, os administradores da Fundação Wikimedia vêm agora declarar que, dada a grande influência da Wikipedia, ela tem de ser mais exacta e fiável.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG