Uma viagem pela publicidade às armas nos EUA

Em Portugal é proibido fazer publicidade ao tabaco e fazê-la a bebidas alcoólicas está sob regras rígidas. Mas nos Estados Unidos, além de fáceis de adquirir, as armas são alvo de campanhas de propaganda.

O jornal brasileiro "O Globo" tem no seu site uma viagem por alguns anúncios publicitários a armas nos Estados Unidos. Desde 1903 até ao final da década de 1980, a publicação mostra que a publicidade às armas usou e abusou de crianças e do espírito de Natal.

Há vários anúncios que incentivam os norte-americanos a oferecer armas aos filhos ou mulheres e a ensiná-los a usá-las. E há outros que sugerem como prenda de natal um belo revólver... daqueles a sério e não dos de brincar.

Os Estados Unidos estão neste momento com o aceso debate acerca da legislação para controlar a venda e posse de armas. A 16 de janeiro o presidente Barack Obama apresentou um conjunto de medidas que visam apertar controlo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG